Compartilhe essa iniciativa:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Metaverso: o que é e como investir?

Conheça mais sobre esse conceito que está ganhando espaço no mercado financeiro.

Metaverso:
o que é e como investir?

Conheça mais sobre esse conceito que está ganhando espaço no mercado financeiro.

Qual é o conceito de metaverso?

Imagine um ambiente em que, assim como na vida real, é possível criar, administrar, vender,
colecionar e usufruir de determinado conteúdo.
Digamos ainda que todo esse conteúdo
sofre variação de acordo com “N” fatores que infringem sobre tal.

Devido ao crescimento dos ambientes virtuais, maior acessibilidade de usuários
e popularização das transições virtuais, contextualiza-se a criação do metaverso.

E muitos dizem por aí que é a internet do futuro, porém com uma imersão muito grande,
em que é possível criar muito mais, ser mais realista, ser, fazer ou construir o que quiser.

AFINAL, COMO SURGIU O METAVERSO?

Após o desenvolvimento e a profissionalização dos games, a criação do projeto nomeado
“Second Life” foi uma experiência pioneira no que diz respeito ao metaverso.

“Second Life” prometia entregar uma experiência imersiva de simulação da vida real, para gerar e movimentar
uma economia virtual. Após tal game não ter repercutido da forma esperada, surgiram novos projetos
mais bem-sucedidos que tornaram comuns as transações virtuais, contextualizadas pelo investimento
de dinheiro real na conversão de moedas que podem ser utilizadas dentro do jogo.

Por conta das infinitas possibilidades, o metaverso tem atraído olhares de investidores que desejam aplicar
e multiplicar seu patrimônio de forma virtual, levando em consideração a variação e a valorização das criptomoedas.

Itens pertencentes a cada metaverso e ações das empresas que apostam nesse segmento
têm sido uma aposta crescente e uma alternativa de investimento para inúmeras pessoas.

Mas atenção: cuidado nunca é demais quando o assunto é investir no metaverso.

Como estamos falando de um setor inovador, é preciso ter cautela e conhecimento a respeito de cada ativo.

O mercado de moedas do metaverso tem uma grande volatilidade, ou seja,
pode ter uma grande valorização, mas também está propenso a desvalorizar.

PARA INVESTIR, O USUÁRIO PODE ESTUDAR
INÚMERAS POSSIBILIDADES. CONFIRA:

Criptomoedas metaverso
É possível fazer o investimento comprando esses ativos, por meio de criptomoedas.

Terrenos virtuais do metaverso
Escolhendo os locais certos, você poderá (ou não!) ter uma boa valorização no futuro.
Além disso, terá liberdade para alugar o espaço, sediar eventos e escolher a melhor forma de explorar.

Tokens de ativos
Com a evolução do conceito, a pulverização de tokens deve ganhar escalabilidade,
com a utilização de muitos deles nos espaços digitais.

Ações de empresas do metaverso
Empresas responsáveis por tornarem o metaverso real podem ser uma grande aposta de investimento.
Isso porque, caso o projeto realmente seja concluído, a chance de ter bons retornos é grande.

Fundos de ETF
Com o metaverso em alta, foram criados muitos fundos destinados exclusivamente para a modalidade.
A ideia é fazer um investimento no mercado em questão, e não em um ativo específico.
Logo, quanto mais pessoas investirem em ativos ligados ao metaverso,
maior vai ser a valorização desse ETF.

Não importa se você escolher fazer a aquisição direta de ativos digitais, investir por meio dos
produtos listados na Bolsa de Valores, como ETFs, adquirir terrenos virtuais ou, ainda, investir pelos
fundos de investimento. A dica de ouro, para não cair em ciladas e golpes, é sempre estudar
as possibilidades para aprimorar os investimentos. Além disso, pesquisar o histórico das empresas
com as quais está lidando, bem como verificar o tempo que cada uma já atua no mercado.
É interessante também procurar por ativos que já estejam sólidos no mercado.

CONTINUE DE OLHO NOS NOSSOS CONTEÚDOS E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DO
UNIVERSO FINANCEIRO.